O Panamá é um país com pouca tradição no futebol mundial, mas é o lar do Plaza Amador, um dos clubes que busca conquistas maiores no âmbito da América Latina

Conheça mais sobre um dos times panamenhos mais tradicionais

Um dos times mais antigos do Panamá, o Plaza Amador é muito querido e possui nos investimentos nas categorias de base e no futebol feminino, seus diferenciais para conseguir se firmar no cenário continental como um dos grandes da América Latina.

A fundação da equipe ocorreu em 1955, por León Tejada. “El Cocoliso” foi um dos grandes esportistas panamenhos da história, e teve na criação da equipe o objetivo de educar e treinar os jovens da Cidade do Panamá, capital do país.

O envolvimento entre a capital do Panamá e o Plaza Amador

Localizado na Cidade do Panamá, que é também a capital do país da América Central, a relação entre a população local e o clube do Plaza, é de amor incondicional.

Por mais que o destaque internacional sonhado pelo país não ocorra, e a liga não seja uma das potências mundiais, os panamenhos se mostram um povo apaixonado pelo futebol.

Cidade do Panamá durante o dia. Foto: Carpe Mundi
Cidade do Panamá durante o dia. Foto: Carpe Mundi

A capital do Panamá é a maior cidade do país, e tem uma população com mais de 1.2 milhão de habitantes, e tem a economia baseada no setor de serviços, com o destaque para o turismo local, que movimenta boa parte do PIB do país.

Além do principal polo econômico do país, é a cidade mais visitada por turistas no Panamá, e atrai turistas do mundo todo. Conta com o Aeroporto Internacional Tocumen, que costuma receber voos diários de países europeus, cidades americanas e diversos países do mundo todo.

Cidade do Panamá tem a cultura como destaque além do esporte

Com o alto investimento na educação local, a capital panamenha é o centro estudantil mais forte do país, e conta com universidades procuradas por estudantes de toda a América para a melhor formação acadêmica.

Na cidade panamenha é possível encontrar traços da cultura hispânica. Não à toa, a capital do Panamá é uma das cidades mais antigas fundadas na América Latina, tendo sido fundada antes de Brasília, Cidade do México e Washington, por exemplo.

León “Cocoliso” Tejada marca a história do Plaza Amador

Fundador da equipe panamenha, Tejada ficou marcado por toda a sua trajetória esportiva, e é conhecido como um dos grandes esportistas do Panamá.

Um dos maiores incentivadores do futebol feminino, León tinha no amor ao esporte e o entendimento da mudança que pode ser gerada por ele, suas armas para conquistar cada vez mais adeptos à prática local.

Conhecido pela sua característica de ser um guia entre os jovens, a fundação do Plaza Amador em 1955, começa com a criação das ligas de futebol para crianças de 7 a 14 anos, e depois a formação das categorias para 4 e 5 anos.

Uma curiosidade sobre as categorias menores, é que ajudaram na criação dos pequenos pelas mães panamenhas, por proporcionar às crianças a diversão que marca esse período das nossas vidas.

Sua forma de agir era de um líder nato. Que gostava de disciplina e responsabilidade, mas sempre visando a formação social das crianças. Não à toa, que muitos se tornaram esportistas panamenhos, e outros que não vingaram no futebol, ótimos cidadãos.

León marcou época na história do Panamá também por estimular o que seria uma das grandes características do Plaza Amador, que era a criação e estímulo às ligas de futebol feminino.

O ex-esportista panamenho sempre dava a oportunidade a meninas que gostavam de jogar futebol, e estimulando também à prática de outros esportes como o beisebol.

Mais do que um clube esportista.

Como dito aqui, León marcou a história não só do futebol panamenho, mas de todo o esporte local. Um dos maiores ídolos do país, tinha como base a educação e formação que os esportes poderiam proporcionar aos panamenhos, a força para seu trabalho ser reconhecido até hoje.

Por curiosidade, traçando um paralelo com o Brasil, a primeira seleção nacional do nosso país, teve seu registro oficial em uma partida de futebol em 1986. No Plaza Amador, “El Cocoliso” já tinha como propósito incluir cada vez mais mulheres no esporte, desde 1955.

Em um dos países da América Central que mais investem e são reconhecidos por sua educação, a história de um esportista como León, marca a sociedade local e marcam nomes como o de Tejada na trajetória do país.

A estrutura conhecida em todo o país do Plaza Amador

De 1955 até os dias atuais, a equipe da Cidade do Panamá tem na sua estrutura o maior patrimônio do time. Seguindo as ideias de León Tejada ainda hoje, é um clube panamenho diferente, que tem no futebol feminino e nas categorias de base, grande destaque.

Focado na formação de atletas que possam representar a seleção nacional, o Plaza Amador é um time que tem nos seus princípios a utilização da maior parte dos jogadores do time principal, sendo formados desde a categoria de base.

Torcida do Plaza em dia de jogo. Foto: Wikimedia
Torcida do Plaza em dia de jogo. Foto: Wikimedia

No futebol feminino, a regra é seguida à risca, e gera grandes triunfos para a equipe do Plaza, que é um dos times mais tradicionais do país, quando o assunto é futebol feminino.

O Estádio Maracaná (homenagem ao estádio brasileiro Mário Filho, conhecido como Maracanã), é a fortaleza da equipe do Panamá, e vive lotado nos dias de jogos dos times masculino e feminino.

Time campeão do Torneio Apertura em 2021. Foto: Prensa Panamá
Time campeão do Torneio Apertura em 2021. Foto: Prensa Panamá

Ao longo dos anos, o Plaza Amador tem sete conquistas da Liga do Panamá no futebol masculino, nos anos de 1988, 1990, 1992, 2002, 2005, 2016 e o Torneio Apertura de 2021. Atualmente, a equipe briga pela conquista do Torneio Clausura de 2022.

Quer saber tudo sobre o futebol da América Central? Fica ligado no Bets, porque aqui, você não perde nenhum lance!

Compartilhe esse conteudo