Conheça a trajetória da equipe Itália na Copa Davis

Pedro F
Pedro F,
5 em minutos de leitura
Conheça a trajetória da equipe Itália na Copa Davis

Conheça no decorrer deste artigo a história da equipe italiana dentro da Copa Davis de Tênis. Boa leitura!

A equipe que representa a Itália na Copa Davis completou 100 anos de existência em 2022, tendo disputado 89 Copas Davis nesse período, e fazendo sua melhor campanha no ano de 1976.

Antes de começarmos a falar sobre a história e evolução da equipe, acho interessante dar um pouco de contexto em relação à Copa Davis em si, o que ela representa e como é disputada.

Desde a sua fundação no ano de 1900, a Copa Davis representa a maior competição entre equipes nacionais de todo o planeta, podendo ser comparada à Copa do Mundo da FIFA no futebol.

Com o passar dos anos, a competição viu o número de clubes aumentar cada vez mais, iniciando em sua primeira edição com apenas 2 equipes (Estados Unidos e Inglaterra), e atualmente contando com 139 países disputando o título.

Uma das equipes a ingressar na competição dentro dos primeiros anos foi a da Itália, que começou a disputa-la na edição de 1922, 3 anos após o retorno da copa devido à paralisação para a Primeira Guerra Mundial.

Com isso dito, podemos agora falar sobre a história da Itália dentro da Copa Davis, comentando sobre a sua evolução e melhores campanhas feitas dentro dessas 89 edições disputadas. Portanto, vamos ao que interessa...

História

blog photos
Jogo entre França (Marcel Bernard e Paul Rémy) e Itália (Nicola Pietrangeli e Orlando Sirola) na semifinal da Copa Davis de 1956. Créditos: Keystone-France/Gamma-Rapho via Getty Images

Como dito acima, a primeira participação da Itália na Copa Davis aconteceu em 1922, época na qual a competição ainda levava outro nome, conhecida como International Lawn Tennis Challenge.

Essa campanha de estreia consistiu em duas partidas, sendo que a primeira delas foi entregue de bandeja para a Itália. Digo isso pois a disputa contra o Japão, na primeira fase, foi vencida pela Itália por w/o, já que os japoneses falharam em comparecer ao jogo.

A segunda fase, que já era a quarta de final, foi jogada contra o Reino Unido, esse que já vinha mostrando uma grande força na competição. Aqui, pela primeira vez, a Itália foi eliminada da Copa Davis.

Nesse primeiro momento, a equipe italiana não contava com um capitão, posição que só veio a ser ocupada em 1928 quando Uberto de Morpurgo assumiu o cargo.

Com o passar dos anos, a equipe italiana foi se estabilizando da Copa Davis, fazendo campanhas cada vez melhores. Contudo, alguns anos foram necessários para que a equipe chegasse na sua primeira final.

Essa vaga só foi conquistada na edição de 1960, 38 anos após a integração da equipe na disputa. Formada por 3 momentos diferentes, essa campanha foi um grande salto na qualidade e confiança da equipe.

O primeiro momento foi a vitória da Zona Europa, que consistiu em jogos contra a Hungria (3x2), Chile (3x2), Reino Unido (4x1) e, na final, contra a Suécia (3x2). Vale lembrar que a Itália recebeu um bye na primeira fase.

Já na fase Interzonal, a Itália recebeu mais um bye na primeira rodada (semifinais), se classificando diretamente para a disputa contra os Estados Unidos, que haviam vencido as Filipinas na outra semifinal.

Vencendo os Estados Unidos por 3x2 em um jogo muito duro, a equipe italiana da final, formada por Orlando Sirola e Nicola Pietrangeli, se classificou para a Rodada Desafio contra o então campeão, a Austrália.

Apesar de todos os esforços dos italianos, a equipe australiana venceu a partida com facilidade, resultando em um placar de 4x1 a favor deles, o que tirou a primeira chance da Itália de vencer a Copa Davis.

blog photos
Orlando Sirola em partida pela Itália na semifinal da Copa Davis de 1960 contra a Inglaterra. Créditos: Terry Disney/Central Press/Getty Images

Mesmo tendo sofrido essa derrota, a Itália fez uma campanha bem similar na edição seguinte. Assim, a Itália foi novamente finalista da Rodada Desafio da Copa Davis de 1961, perdendo novamente nessa fase para a Austrália.

A partir daqui, as campanhas começaram a ter uma breve queda, essa que durou por cerca de 15 anos. Durante esse tempo vários capitães foram testados com o intuito de melhorar o desempenho do time.

Dentre esses a equipe contou com os seguintes nomes:

1962 - 1964: Vanni Canepele

1965 - 1968: Vasco Valério

1969 - 1971: Orlando Sirola

1972: Giordano Maioli

1973 - 1975: Fausto Gardini

Foi então que, em 1976, a equipe contou com o capitão que virou o jogo, e que inclusive havia participado das melhores campanhas da Itália na Copa Davis até então, chamado Nicola Pietrangeli.

Nicola montou a sua equipe chamando nomes como Corrado Barazzutti, Adriano Panatta e Paolo Bertolucci, e esse elencou trouxe a melhor aparição da Itália dentro da Copa Davis até os dias atuais.

Essa campanha teve início nas Rodadas Preliminares da Zona Europa B, fase na qual a Itália recebu um bye no primeiro jogo e venceu a Polônia por 5x0 na rodada qualificatória, se classificando assim para o chaveamento principal.

Nessa fase, a Itália confrontou com a Iugoslávia nas quartas de final, vencendo por mais um 5x0. Nas semifinais a equipe encontrou a Suécia como adversário, fazendo novamente um jogo perfeito por 4x0 em cima dos suecos.

Classificada para a final da Zona Europa B, a Itália enfrentou o Reino Unido, jogo que foi vencido com certa facilidade pelos italianos por um placar de 4x1, se classificando assim para a fase Interzonal.

Nessa fase, a Itália fez dois jogos, o primeiro sendo contra a Austrália e que foi vencido por 3x2 em cima dos australianos. O segundo foi na final contra o Chile, jogo também vencido pela Itália por 4x1.

Aqui não houve a necessidade de uma rodada desafio, já que a Itália já havia eliminado a Suécia, campeã da Copa Davis de 1975, na segunda fase a Zona Europa. Assim, pela primeira vez, a Itália foi declarada campeã da Copa Davis.

Os anos seguintes foram também de grandes campanhas, que apesar de não terem rendido mais títulos para a equipe, geraram mais quatro vice-campeonatos para o cartel da Itália.

Essas campanhas aconteceram nos anos de 1977 (no ano seguinte do título), 1979, 1980 e também em 1998. Essas finais foram perdidas, respectivamente, para a Austrália, Estados Unidos, Tchecoslováquia e Suécia.

Campanha Mais Recente

blog photos
Elenco que disputou a Copa Davis de 2021 representando a Itália. Na foto temos Jannik Sinner, Lorenzo Sonego, Fabio Fognini, Lorenzo Musetti e Simone Bolelli. Fonte: Twitter Oficial Copa Davis.

Para a Copa Davis de 2021, que foi a mais recente, a Itália contou com Filippo Volandri como capitão da equipe. Filippo contou com os seguintes nomes em seu elenco:

- Jannik Sinner

- Lorenzo Sonego

- Fabio Fognini

- Lorenzo Musetti

- Simone Bolelli

Disputando a temporada no Grupo E, a Itália fez jogos contra a Colômbia e contra os Estados Unidos. Aqui a Itália venceu jogos contra as duas equipes, sendo a única a se classificar para as eliminatórias.

Contudo, a equipe foi eliminada dessa fase logo no primeiro jogo das quartas de final. Essa partida foi feita contra a Croácia, que venceu um dos jogos de simples e a disputa de duplas.

Dessa forma, a Itália está classificada para a Copa Davis 2022, mas não estrará nessa edição como bicampeã da competição.

ARTIGOS RELACIONADOS

Di María bianconero: caminho livre para assinar com a JuventusDi María bianconero: caminho livre para assinar com a Juventus
Di María bianconero: caminho livre para assinar com a Juventus

Ponta argentino frusta os torcedores do Barcelona e deve mesmo rumar para a Itália, após o fim de seu contrato com o PSG Ángel Di María deve ser anunciado ainda nesta última semana de junho como o novo reforço da Juventus. O treinador bianconero, M...

Gab
2 em minutos de leitura
#Itália,#Juventus,#A.S. Roma,#Notícias do Dia,#Futebol,#Campeonato Italiano

Nicolò Zaniolo na Juventus? Roma quer Arthur como parte do negócio

Para ter o meio campista italiano, a Velha Senhora pode envolver o brasileiro na negociação Enquanto o negócio com o argentino Di Maria não se resolve, a Juventus busca outras o...

Gab

2 em minutos de leitura

#Itália,#Paul Pogba,#Notícias do Dia,#Futebol,#Campeonato Italiano

Nova história? Paul Pogba volta à Juventus, pela segunda vez

Volante francês deixa o Manchester United a custo zero e retorna para a Velha Senhora, repetindo o roteiro de sua carreira Paul Pogba será novamente jogador da Juventus. O volan...

Gab

2 em minutos de leitura

#Itália,#Antonio Candreva,#Futebol

Saiba mais sobre Antonio Candreva!

O atleta italiano, Antonio Candreva, é um jogador de futebol profissional, que atualmente está contratado pelo clube italiano da Série A, Unione Calcio Sampdoria, desde Julho de ...

Eliseu

6 em minutos de leitura

#Itália,#Internazionale,#Romelu Lukaku,#Notícias do Dia,#Futebol

Romelu Lukaku: de rei de Milão a um jogador como os outros

Atacante belga está queimado com os ultras da torcida da Internazionale, que prometem tratá-lo como um jogador banal a partir de agora Não adiantou Romelu Lukaku mover mundos e ...

Gab

2 em minutos de leitura