Timão vinha de 3 resultados positivos seguidos e continua invicto sob o comando de Fernando Lázaro

Repleto de reservas em sua escalação inicial, o Corinthians empatou por 1 a 1 com o Botafogo-SP neste sábado (19). Com uma sequência de jogos importantes pela frente, o técnico interino Fernando Lázaro resolveu modificar a equipe titular do Timão. Foram 8 mudanças em relação ao time que venceu o São Bernardo na última rodada.

Dos titulares, apenas Cássio, João Victor e Roger Guedes iniciaram o jogo no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O alvinegro propôs o jogo desde o início, mas a postura defensiva do time da casa e a falta de entrosamento dos jogadores dificultavam as ações ofensivas.

A escalação mostrou Adson e Gustavo Silva, o Mosquito, abertos pelos lados. O Corinthians, no entanto, pouco explorou a velocidade dos dois jogadores no começo do jogo. Foram muitas bolas direcionadas ao meio do ataque, onde Luan e Roger Guedes estavam cercados pela defesa do Botafogo-SP.

Apenas aos 26 minutos, uma boa jogada do Mosquito, que acabara de inverter sua posição para o lado esquerdo, levou perigo ao gol adversário.

O lateral-direito João Pedro foi participativo nas ações do time. Buscou o jogo e chegou até a arriscar uma arrancada. Mostrou personalidade para ser o reserva imediato de Fagner.

Aos 39, Cantillo lançou a bola na segunda trave, Roger Guedes tocou a bola para trás e o zagueiro Raul Gustavo apareceu para empurrar para as redes. Fato curioso é que o Timão já havia tentado a mesma jogada em duas oportunidades anteriores.

Raul Gustavo - Treino Corinthians
O jovem zagueiro Raul Gustavo foi sondado pelo Bordeaux, da França, mas a negociação acabou não acontecendo. Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians

No segundo tempo, o Corinthians diminuiu o ritmo. Prova disso é o cartão amarelo recebido por Cássio, aos 19, por retardar o início do jogo. O time da casa foi ganhando confiança e passou a abusar dos lançamentos em direção a área do Timão.

Na maioria das oportunidades, levou perigo ao gol do goleiro alvinegro.  Aos 22, uma bola cruzada na pequena área encontrou Hélio Paraíba, que cabeceou firme para empatar o jogo.

O técnico Fernando Lázaro, então, colocou seus titulares para buscar a vitória. Paulinho, Willian, Renato Augusto e Giuliano foram acionados para tentar furar a firme defesa do time da casa. Não deu muito resultado e os jogadores pouco conseguiram pressionar o time da casa em busca da vitória.

Ficou nítido a falta de entrosamento do Corinthians. O gramado também atrapalhou os jogadores visitantes.

“A gente sabia que seria um jogo difícil aqui, um gramado seco, que prejudica nossa equipe. Somos acostumados com a Arena com o gramado molhado. Então sabíamos que teríamos dificuldade nisso e um pouco do time que não vinha jogando, mas acho que está de bom tamanho o empate.”   disse o atacante Roger Guedes, eleito o melhor jogador da partida.

Atacante, que chegou ao clube de graça, já marcou sete vezes em 18 jogos com a nova camisa - Kely Pereira/AGIF
Roger Guedes foi eleito o melhor em campo pela segunda vez seguida. Foto: Kely Pereira / AGIF

O Timão agora terá uma difícil sequência de partidas para se consolidar como uma das principais forças do Paulistão. No próximo domingo, 27, recebe o Bragantino na Neo Química Arena. Já no dia 5 de março vai ao Morumbi enfrentar o rival São Paulo.

Desempenho após demissão de Sylvinho

Desde que demitiu o técnico Sylvinho, o Timão vive fase invicta. Foram 3 jogos seguidos com o placar positivo para o clube, todos sob o comando do interino Fernando Lázaro. Além do empate de hoje, o time bateu Ituano, Mirassol e o São Bernardo, até então melhor time da competição.

A base do elenco que vinha sendo utilizada com o ex-treinador, vem sendo mantida. A principal diferença é a utilização de Paulinho como titular. Com Sylvinho, o jogador ainda buscava aprimorar a condição física para poder iniciar os jogos. Fisicamente melhor, o jogador virou peça fundamental de Lázaro no meio de campo alvinegro.

Mesmo sofrendo gols nos últimos jogos (foram dois contra o Ituano e um do Mirassol) a defesa continua estável. Cássio agora possui a sombra de Ivan, talentoso goleiro vindo da Ponte Preta.

Gil e o ótimo defensor, João Victor, parecem cada vez mais entrosados na zaga. A única dúvida sobre a titularidade está na lateral esquerda. Sylvinho indicou que Lucas Piton seria o titular. Lázaro, no entanto, intercala o jovem jogador com Fábio Santos.

Outro destaque é o volante Du Queiroz, que assumiu a posição de primeiro volante com a transferência de Gabriel para o Internacional. Du tem bom passe e capacidade de organizar a saída de bola do time, e mesmo com apenas 22 anos, não parece sentir o peso da camisa do Timão.

Du Queiroz em treino do Corinthians no CT Joaquim Grava: em alta com Sylvinho (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Du Queiroz chama atenção pela personalidade em campo. Tem tudo para se desenvolver como um grande jogador. Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians

Renato Augusto continua sendo o principal jogador do time. Inteligente, o meio-campista dita o ritmo da equipe e escolhe sempre o jogador mais bem posicionado para receber e continuar a jogada. Além de ser um exímio finalizador de chutes de fora da área.

Renato Augusto brilha, Corinthians vence e assume o 5º lugar
Elogiado por torcedores, técnicos e jornalistas, Renato Augusto é o craque do Corinthians. Foto: Reprodução / Corinthians

Já no ataque, as negociações por um centroavante importante não deram certo e o clube parece buscar outros rumos sem esse jogador. Roger Guedes tem sido utilizado mais centralizado e oferece muito perigo ao gol adversário.

É um time forte, com jogadores de nível alto, que pode brigar por títulos de expressão neste ano de 2022. Um maior entrosamento, que será adquirido com o tempo, deve consolidar o Timão como uma das principais equipes do país.


Compartilhe esse conteudo