O HNK Šibenik iniciou sua história em 1932. O clube, hoje, é um dos dois times da Croácia a ter uma presidente – o outro é o NK Nadar, presidido por Iva Bokanović, de 30 anos. No Šibenik, Marin Jurić, irmã do empresário americano Marin Jurić, assumiu recentemente a função.

Marino é proprietário da "MJ International Sport". A empresa se tornou a sócia majoritária do clube com 51% das ações e pagaram as dívidas de jogadores, funcionários e fornecedores - o clube passava por dificuldades financeiras.

À mídia local, Marin falou sobre a irmã, no fim de janeiro: "Marina chegará em Šubićevac muito em breve. Para completar, sem falsa modéstia, um processo de estabilização bem iniciado no clube. Acabamos de pagar o salário de novembro a todos os jogadores, treinadores e comunidade de trabalho.

Não há dúvidas de que jogadores de futebol e funcionários do clube terão outro salário restante em suas contas correntes até o final de janeiro. Estamos em contato com todos os clubes, aos quais devemos uma compensação. Para alguns, o dinheiro será pago integralmente, e para outros, de acordo com a FIFA, em parcelas."

Marin Jurić, presidente do HNK Šibenik (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A equipe

O clube conta com os goleiros Lovre Rogic e Antonio Djakovic; além dos os zagueiros Stefan Peric, Ivica Batarelo, Karlo Bilic, Juan Camilo Mesa e Doni Grdic.

Tem, ainda, os laterais David Mina, Josip Kvesic, Antonio Jakolis e Cole Dasilva; o meio-campo José López; e os volantes Niko Rak, Mario Curic, Ivan Mocinic e Cristhian Mena.

Completam o plantel os meias centrais Stipe Bacelic-Grgic, Christopher Attys, Dino Skorup e Ivca Vidovic; o meia ofensivo Yordy Bedoya; os pontas Antonio Marin, Mal Mehmeti e Suad Sahiti; e os centroavantes Ignacio Bailone e Carlos Torres.

O treinador é Josip Belamarica, de 60 anos. Ele é natural da Croácia e está no clube desde julho de 2021.

História

O futebol na cidade Šibenik começou ainda nos primeiros anos da Primeira Guerra Mundial. Mesmo sem locais adequados pelo novo esporte, havia muito interesse.

Foram estudantes do ensino médio de Šibenik que frequentavam escolas em outras cidades os primeiros a jogar futebol. No ano de 1913, Joso Rora-Juras trouxe a primeira bola de Viena para Šibenik.

Ele, então, reuniu um grupo de pessoas ao seu redor que, no ano seguinte, registrou o primeiro clube da cidade – que ainda não era o HNK Šibenik. Em seguida, os irmãos Štrkalj-Đigac de Drniš fundaram outro clube, o que marcou o primeiro jogo de futebol público em Šibenik (em 1915).

Enfim, Šibenik

O Šibenik teve sua fundação em 1 de dezembro de 1932. Na época, o nome era RSD Šibenik. Apesar de sua criança naquele momento, foi em 30 de agosto de 1933 que o time elegeu seu primeiro presidente, Martin Čičin-Šain.

À época, o time não possuía um estádio próprio. Foi em 1936 que eles conseguiram um local – não exclusivo -, onde foi realizo um torneio com as participações de outros clubes, como o Osvit, Split e AŠK.

Vale citar, o Clube Esportivo dos Trabalhadores "Šibenik" chegou a ser dissolvido em 1940, apesar de tentativas para manter a equipe em funcionamento. As razões eram proibições perseguições na Croácia, que também afetaram outras 30 associações de trabalhadores e esportivas.

Contudo, após o período, houve grande oportunidade para o desenvolvimento não só do futebol, mas de outras modalidades esportivas. Desta forma, ao fim de 1944 houve uma ação que restabeleceu uma associação esportiva baseada nas tradições do coletivo esportivo operário, ou seja, o RSD Šibenik.

Assim, o Šibenik conseguiu retornar – bem como seu rival o local, o Osvita – e participar, pela primeira vez em 1946, de um campeonato esportivo. Já em 1947, a equipe conseguiu, inclusive, conquistar o título de campeão da Dalmácia.

No ano de 1950, a sociedade esportiva Šibenik teve nova dissolução. Foi criado, então, um clube de futebol independente com o nome de Šibenik.

Mesmo assim, o clube conquistou, na temporada 1950-1951 o primeiro lugar na liga nacional com o seguinte elenco: Gaščić, Batinica, Tambača, Blažević, A. Erak, Tedling, Marenci, Bego, Đurić, entre outros.

O Šibenik conseguiu certa estabilidade entre 1992 e 2004, quando permaneceu membro da Primeira Liga Croata de Futebol. Após breve passagem pela segunda divisão, em 13 de maio de 2006, o já HNK Šibenik retornou à elite do futebol croata.

Naquela temporada, inclusive, o time conseguiu o 4º lugar na primeira temporada de volta.

O mesmo feito da temporada 2009-2010, quando o time conseguiu a mesma colocação no campeonato, após derrota para o Hajduk na fase final do torneio e presença histórica no cenário europeu (com vitórias na Liga Europeia em Malta contra o Sliema Wanderers e em Chipre contra o Anorthosis).

Já na temporada 2012-2013, o Šibenik retornou à segunda divisão. No ano seguinte, o clube não conseguiu se manter na liga e foi à terceira divisão. Em 2014-2015, o retorno à segunda divisão com o título de campeão com a liderança de Mirko Labrović.

Atualmente, o clube disputa a primeira divisão da Croácia.

O Šibenik conseguiu certa estabilidade entre 1992 e 2004, quando permaneceu membro da Primeira Liga Croata de Futebol (Foto: Site oficial do Šibenik)

Estádio

O estádio do clube teve o início de sua construção em 1946. O “Rade Končar” começou com um campo de futebol, pista de atletismo, além de quadras auxiliares para tênis, basquete e vôlei, bem como um prédio para vestiários e arquibancadas.

A primeira fase de construção do estádio durou cerca de 2 anos. À época, participaram milhares de membros da Frente Popular, Juventude Popular, bem como membros de organizações desportivas de Šibenik. Inicialmente, a capacidade era de 640 lugares.

Destaca-se, a inauguração do estádio ocorreu em 1º de maio de 1948. Naquele momento, tiveram duas partidas. Na primeira, o Hajduk venceu o Šibenik por 4 a 2. No outro dia, o Šibenik levou a melhor sobre a equipe combinada do Hajduk e Mornar por 3 a 2.

Novas obras ocorreram em 1951 e depois em 1955. Entre as construções, tiveram instaladas a rede de esgoto e hidrantes, e as arquibancadas foram ampliadas para mais 1.360 lugares.

Já em 1958 – até 1959, houve a arborização do playground junto a construção de uma pista de atletismo. Em 1979, houve uma maior intervenção no estádio. Naquele momento, tiveram as obras de construção da tribuna oriental, o edifício administrativo e um dossel foi colocado na tribuna ocidental.

Décadas depois, nos anos 2000 houve a instalação de assentos no oeste. Já o placar foi definido em maio de 2007. Em 2016, ocorreu a construção de um campo de futebol auxiliar com grama artificial.

Associação de Torcedores

Desde 1983, o clube possui uma associação de torcedores. A Šibenski Funcuti teve sua fundação em 10 de abril, um dia depois da famosa 3ª final do antigo campeonato SFRY entre Šibenik e Bósnia.

Naquele momento, o Šibenik venceu o jogo, o que rendeu uma comemoração inédita na cidade. No dia seguinte, contudo, por uma ordem política de Belgrado houve o cancelamento da partida, com o pedido para que um novo jogo ocorresse em campo neutro, em Novi Sad.

Tanto a direção quanto os jogadores decidiram que não iriam viajar para um novo jogo. Eles, então, receberam o apoio dos fãs do clube.

Essa situação rendeu a fundação do Šibenik Funcuti, a fim de organizar a proteção dos interesses da cidade de Šibenik e esportes Šibenik.

Desde 1983, o clube possui uma associação de torcedores, a Šibenski Funcuti (Foto: Site oficial do Šibenik)
Compartilhe esse conteudo