Equipes marcaram seus gols apenas no fim da segunda etapa, deixando tudo em aberto para o jogo de volta

Sport e Fortaleza ficaram no empate por 1 a 1 no primeiro jogo da Copa do Nordeste. Os dois times criaram boas chances no duelo desta quinta-feira (31) na Arena Pernambuco, mas os gols aconteceram apenas no final do segundo tempo. A partida de volta está marcada para o próximo domingo e decidirá o campeão do torneio.

Ambas as equipes começaram o jogo buscando espaço e com paciência para tocar a bola e trabalhar as jogadas. O Sport estava focado em espalhar seus jogadores em campo, sem muita aproximação entre os atletas. Bem distribuídos, conseguiam dar dinâmica e envolver o Fortaleza.

A melhor jogada do time da casa no primeiro tempo aconteceu aos 22 minutos. Luciano Juba interceptou o passe do equatoriano Landázuri e iniciou o contra-ataque. O camisa 46 deu uma caneta no jogador do Fortaleza e tentou lançar para Parraguez, que ajeitou a bola e deixou Juba cara a cara com o goleiro. O jogador, no entanto, acabou finalizando para longe do gol.

O Leão da Ilha passou a dominar o jogo e criar as melhores oportunidades de gol. No fim do primeiro tempo, o Fortaleza começou a reagir e incomodar a defesa adversária.

Primeiro, Pikachu finalizou com perigo no canto de Mailson, que fez boa defesa. Logo depois, em cruzamento na área, o colombiano Brayan Ceballos cabeceou com perigo e a bola passou próxima ao travessão.


Yago Pikachu comemora gol marcado na goleada do Fortaleza por 5 a 1 sobre o Internacional(foto: Aurélio Alves)
Pikachu, um dos principais jogadores do time, não conseguiu se destacar no jogo e pouco criou ofensivamente. Foto: Aurélio Alves

Na segunda etapa, o jogo iniciou da forma como terminou o primeiro, com o Fortaleza criando boas chances de gol. Aos 9 minutos, Kayzer ajeitou a bola com o peito para Robson, que entrou sozinho no lado direito da área do Sport. O jogador finalizou a bola para cima do gol.

O atacante Renato Kayzer não conseguiu desempenhar um bom futebol na partida e deu lugar a Moisés. O camisa 21 entrou e começou a criar perigo para a defesa do time da casa. Aos 26 minutos, roubou a bola na lateral do Sport e, com muita velocidade, foi passando por vários marcadores até entrar quase dentro da pequena área. A bola foi cruzada rasteira, facilitando que a defesa do Leão da Ilha afastasse da área.

Moisés correndo com a bola após driblar jogador do Bahia
Moisés deu maior vitalidade ao ataque do Fortaleza. O ex-jogador da Ponte Preta foi participativo desde o momento em que pisou em campo. Foto: Fabiane de Paula / SVM


Aos 39 minutos, o primeiro gol da partida. Juninho Capixaba rolou a bola para Zé Welison, que mandou um belíssimo chute longe da entrada da área. Sem chances para o goleiro Mailson. O jogador do Fortaleza já havia tentado a mesma finalização durante o primeiro tempo, mas a bola foi interceptada na ocasião.

Fortaleza, atividade, Zé Welison — Foto:  Igor Mendes / Fortaleza EC
A insistência de Zé Welison ao tentar novamente uma finalização de muito longe do gol premiou o jogador e gerou mais um caso da “lei do ex”. O atleta deixou o Sport para se tornar jogador do Fortaleza. Foto: Igor Mendes / Fortaleza EC


A alegria do time visitante, no entanto, durou pouco. Aos 46 minutos, o Sport cruzou a bola na área e Bill apareceu para cabecear para dentro do gol do Fortaleza.

CHARLES JOHNSON/JC IMAGEM
O gol de Bill manteve o Sport vivo na luta pelo título e deixou a definição para o jogo de volta. Foto: Charles Johnson / JC IMAGEM

Com o resultado, o caminho para a taça continua aberto. Os dois times voltam a se enfrentar no domingo (03), na Arena Castelão, para decidir quem será o campeão da Copa do Nordeste 2022.

Compartilhe esse conteudo