Atacante Leandro Barcia marca contra e amarga críticas.

Em um jogo repleto de falhas individuais e muito desconexo o Alvinegro e o Dragão empataram na noite do dia 24, na disputa pela terceira rodada do Brasileirão.

A partida foi amarrada e com dificuldade de sair gols, foi então que dois jogadores resolveram brilhar, mas de uma maneira negativa.

O jogo entre o Atlético-GO e Botafogo terminou com um amargo empate de 1 a 1. Fonte: lance.com.br

Do lado do Botafogo temos Diego Loureiro, objeto de um frangaço após um chute potente de Marlon Freitas, mas o Atlético-GO não ficou para trás, e teve como personagem, Leandro Barcia, que após desviar sem querer de um cruzamento de Saraiva, fez um gol contra no último minuto.

Como se não bastasse a partida marcada por falhas, o jogo também foi marcado por polêmicas. O VAR foi acionado em dois momentos da partida. A primeira, no pênalti marcado para o Alvinegro aos 27 minutos do segundo tempo.

O árbitro, Luiz Flávio de Oliveira revisou o lance e percebeu que a bola bateu na cabeça de Wanderson antes do braço, com isso o pênalti foi cancelado. Seguindo a partida, Chay deu um chute da entrada da área e empatou o jogo aos 42 minutos.

No entanto, o bandeirinha marcou o impedimento de Diego Gonçalves, que apesar de tentar desviar, acabou não conseguindo. O VAR considerou que o jogador atrapalhou o goleiro, apesar de alguns comentaristas terem discordado da decisão.

Apesar dos erros e da partida amarrada, o Botafogo controlou o primeiro tempo e mostrou ao adversário que saiu para jogar. No primeiro tempo o time Alvinegro teve 60% de posse de bola, contando com cinco finalizações, enquanto o adversário rubro-negro contou com apenas duas.

Todavia, no segundo tempo, o Atlético-GO parece ter tomado as rédeas da disputa, com apenas dois minutos de jogo, Jefferson deu trabalho para a equipe alvinegra. A ofensiva parece ter surtido efeito, porque minutos mais tarde o goleiro jogou errado, deu a bola nos pés de Marlon Freitas e tomou um frangaço com uma bola potente passando entre suas pernas.

Já aos 15 minutos, Rato quase ampliou o placar, após um cruzamento de Léo Pereira, após uma cabeçada de Cuesta, o Botafogo parece enfim ter voltado novamente ao jogo. Assim, aos 42, a arbitragem anulou um gol de Chay por impedimento.

Atacante uruguaio definiu o empate da partida com gol contra no último minuto. Fonte: maisgoias.com

E foi quando o Dragão parecia que poderia comemorar, pois, a partida já estava definida, no último lance Saraiva cruzou, a bola resvalou em Leandro Barcia e pegou o goleiro Ronaldo de surpresa, indo para o fundo da rede, gol contra que decretou o empate de 1 a 1 da partida.

Compartilhe esse conteudo