A eliminação para o clube do Globo no meio de semana terá repercussão no vestiário do Inter

Em confronto válido pela Copa do Brasil, o Internacional foi eliminado pelo time do Globo, do Rio Grande do Norte, em confronto da última quinta-feira (03/03), pelo placar de 2 a 0. A desclassificação na competição nacional, terá reflexo diário nos próximos dias do Colorado.

Ontem, após a partida, o presidente do Inter, Alessandro Barcellos, concedeu entrevista coletiva e pediu desculpas aos torcedores, e disse ser inadmissível o desempenho da equipe do Inter apresentado no jogo diante do Globo.

Pessoas jogando futebol em um campo

Descrição gerada automaticamente
Jogadores do Globo comemoram a classificação. Foto: Twitter

Além do presidente, após o jogo críticas e xingamentos aos jogadores e ao técnico Alexander Medina, de torcedores do Internacional, se tornaram presentes nas redes sociais. Entre as reclamações dos internautas, estava a questão de o Inter ter sido dominado durante a maior parte do jogo pelo time do Globo.

Globo conta com os erros individuais para se garantir na próxima fase

Dado como vencido antes do confronto por ampla maioria da mídia brasileira, o Globo entrou em campo para conseguir o que muitos duvidavam: a classificação. O pequeno clube do Rio Grande do Norte, fez um jogo seguro diante do Internacional.

O Colorado teve poucas oportunidades de abrir o marcador ao longo de toda a partida, com o Globo ficando constantemente mais próximo do primeiro gol, do que o Internacional. Ao final do primeiro tempo, o empate em 0 a 0 não retratava o que era a partida.

Porém, aos 10 minutos do segundo tempo, em uma falta próxima da grande área, Fernando chutou por baixo da barreira montada pelo goleiro Daniel. O goleiro do Inter aceitou o chute, com ela passando devagar por baixo de suas pernas. 1 a 0 para o Globo.

Jogador de futebol com jogadores em campo e pessoas por trás

Descrição gerada automaticamente
Jogadores do Globo comemoram gol da equipe potiguar. Foto: Portal RBS

Dali em diante, o time do Inter passou a fazer cruzamentos na área, e deixou a tarefa ainda mais fácil para o Globo. Aos 43 minutos, o gol que selou a desclassificação do Colorado. Rômulo recebeu livre de marcação no contra-ataque do time potiguar, e marcou o segundo.

2 a 0, e a eliminação do Inter na Copa do Brasil estava decretada. Ao final do jogo, a coletiva do técnico Alexander Medina, mostrava o treinador abatido com a perda da vaga para a próxima fase que, além do prejuízo esportivo, fez com que o clube deixasse de arrecadar cerca de R$ 1,2 milhão em premiação da CBF.

O planejamento da direção do Internacional colocava a Copa do Brasil, a meta da chegada do Colorado à fase de oitavas de final, no mínimo. Agora, com a desclassificação, o Inter terá apenas o Campeonato Gaúcho, e já enfrenta o Aimoré, em jogo válido pela 10ª rodada do Gauchão, neste domingo (06/03), a partir das 18:15 (horário de Brasília).

Paulo Bracks e Emílio Papaléo Zin na mira da torcida

Com trabalhos questionáveis desde o ano passado, o corpo diretivo do Colorado, responsável pela montagem do elenco e a contratação do técnico Alexander Medina, é uma das grandes críticas feitas à gestão do presidente Alessandro Barcellos.

O mandatário que por inúmeras vezes bancou Paulo Bracks (executivo de futebol) e Emílio Papaléo Zin (vice-presidente de futebol), após o jogo de ontem se mostrou abatido e disponível a mudar o rumo do futebol do Colorado, depois do vexame da equipe gaúcha.

“A culpa é da direção, a responsabilidade é da direção e é ela que vai ter que trabalhar para resgatar o time. O jogo de hoje é emblemático, no sentido do nosso desempenho. Mas ele não poder ser atribuído a A, B ou C. Nós, em um conjunto daquilo que viemos apresentando, não estamos conseguindo traduzir aquilo que é o trabalho” – disse o presidente do Internacional.

Homem sentado ao lado de placa

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Paulo Bracks (à esquerda) e Emílio Papeléo Zin (à direita) devem ser demitidos hoje. Foto: Twitter

A movimentação dos bastidores do Colorado deve acontecer no retorno à Porto Alegre nessa sexta-feira (04/03). Segundo o jornalista João Batista Filho, em seu canal no YouTube, disse que entre os conselheiros do Internacional, a cobrança de mudanças para o presidente Alessandro Barcellos será grande diante do mandatário Colorado.

Além disso, o jornalista confirmou a reunião dessa sexta-feira, e o clima que cerca o encontro entre os grandes nomes da direção do Internacional, é de mudança rápida. Entre elas, a troca no comando do futebol do Inter, é a principal alteração.

Alexander Medina corre risco de ser demitido

Segundo o jornalista João Batista Filho, em seu canal no Youtube, além dos dois dirigentes que comandam o futebol do Colorado, outro que pode cair, é o técnico Alexander Medina. Por mais que tenha apenas 50 dias a frente do Inter, a mudança poderá ser geral.

O jornalista ainda ressaltou que o técnico, entre os três citados para perderem o emprego no futebol do Inter, é o que pode ganhar uma sobrevida, por conta do clássico contra o grande rival na próxima semana, e talvez isso segure o treinador.

Jogador de futebol correndo no campo

Descrição gerada automaticamente
Alexander Medina durante o jogo de ontem. Foto: Globo Esporte

A próxima partida do Colorado é válida pela 10ª rodada do Gauchão, contra o Aimoré, no domingo (06/03), a partir das 18:15 (horário de Brasília).

Quer ficar ligado em tudo o que rola no futebol do seu time do coração? Aqui no Bets, você vive antenado em todas as novidades do seu clube!
Compartilhe esse conteudo