Embora tenha sido fundado em 1920, o Coltea Brasov, clube de futebol romeno de muita tradição, foi reinaugurado em 2015. Antes disso, a agremiação que atualmente disputa a Liga IV do país chegou a ser dissolvida em 1931.

Com sede localizada em Brasov, que ocupa a região central do território romeno, o Coltea Brasov foi considerado um dos melhores times do país logo após sua fundação.

A maior prova disso é a conquista do campeonato romeno, glória esta que o clube alcançou no ano de 1928.

Grupo de pessoas jogando futebol em um campo

Descrição gerada automaticamente
Quando o Coltea Brasov entra em campo, muita qualidade fica explícita (Foto: Facebook oficial do Coltea Brasov)

Estádio Municipal, conheça a casa do Coltea Brasov

O estádio em que o Coltea Brasov manda seus jogos é o Stadionul Municipal Dej, considerado um palco multiuso.

Atualmente, o espaço é utilizado de maneira majoritária como sede de jogos de futebol na região. Mais precisamente, ele serve também como casa para o Unirea Dej, time romeno de bastante renome local.

Muito bem cuidado, o Stadionul Municipal Dej se assemelha com alguns campos de bairro espalhados pelo Brasil.

O próprio campo do Juventus da Mooca, o Estádio Conde Adolfo Crespi, por exemplo, é um dos que podem ser utilizados para se estabelecer este paralelo.

Uma torcida enlouquecida pelo clube

Que o futebol romeno é considerado um dos mais tradicionais do território europeu, muita gente já sabe. O que poucas pessoas imaginam, no entanto, é que a torcida do Coltea Brasov acompanha este rótulo como praticamente nenhuma outra do país.

Mesmo com o clube disputando a quarta divisão local, a torcida não deixa de apoiar. É certo que alguns adeptos são mais críticos ao passo que outros são mais apaixonados, mas é fato que, sobretudo quando sedia os jogos no Municipal de Dej, o Coltea Brasov faz valer a força de suas arquibancadas.

Atrelado a isso, também pode-se dizer que os torcedores do Coltea Brasov são muito, mas muito, presentes mesmo.

Alexandru Tocari é destaque

Com apenas 17 anos, o meio-campista Alexandru Tocari tem se consolidado como um dos principais destaques do Coltea Brasov. Romeno de nascença e carteirinha, o atleta nasceu no dia primeiro de outubro de 2004.

Com um valor de mercado interessante, sobretudo quando se leva em consideração informações como porte e nível do futebol local, o meia tem como principal característica a agilidade.

Quando a bola está em seus pés, é quase certeira a oportunidade de gol a ser criada para os atacantes. Não à toa, o jogador tem sido especulado como uma das principais revelações do futebol romeno para as próximas temporadas.

Se ele apresentar um futebol 50% semelhante ou parecido com o jogado por Hagi, talvez o mais protagonista nome do futebol romeno, praticamente todos os torcedores se darão por satisfeitos. O clube aposta na juventude para revelar novos talentos.

Imagem de jovens atletas, como Alexandru Tocari do Coltea Brasov (Foto: Divulgação/ Twitter do Coltea Brasov)

Mais sobre a história do Coltea Brasov

O decorrer da história aponta que, em meados de sua fundação, o Coltea Brasov não passou de uma instituição subsidiária do Coltea Bucuresti.

Assim, o time que hoje se intitula como tal entrou no circuito das competições locais e nacionais somente em 1921, ou seja, um ano após sua inauguração.

Grupo de pessoas posando para foto em campo de futebol

Descrição gerada automaticamente
Elenco do Coltea Brasov posa para foto tradicional antes de duelo (Foto: Facebook oficial do Coltea Brasov)

Cinco anos depois, na temporada de 1925/1926, o Coltea Brasov venceu um campeonato regional. Entretanto, no nacional daqueles mesmos anos, a agremiação foi eliminada na etapa que, em território romeno, é conhecida como “trimestres finais”. O vilão da vez? AMEF Arad!

No ano seguinte, mais precisamente na temporada 1926/1927, o clube até chegou à final do campeonato nacional, mas saiu derrotado após empatar o primeiro jogo em 2x2.

Conforme antecipado, a temporada entre 1927 e 1928 foi aquela em que o Coltea Brasov mais se deu bem.

Na oportunidade, o clube ficou com o título do campeonato nacional por contar com nomes importantes em seu elenco, tais como Kemeny, Gruber e Hecht.

Em 1929, ano em que uma das crises mais assombrosas prejudicou uma série de países e relações comerciais, o Coltea Brasov até desempenhou um bom papel no campeonato nacional. Na prática, porém, a eliminação aconteceu diante do Venus Bucuresti, nas quartas de final do certame.

No verão de 2015...

Uma das grandes curiosidades do Coltea Brasov está em sua refundação. No verão de 2015, o clube foi refundado com a alcunha de CS Coltea 1920 Brasov. O marco, claro, aconteceu aos 84 anos a partir do momento de sua dissolução, que, conforme adiantado, ocorreu em 2015.

Após uma temporada, mais precisamente no ano de 2016, o Coltea Brasov assinou um projeto bastante interessante de associação com o Celta de Vigo. Como o time espanhol é referência em juvenis, o Coltea Brasov tentou e ainda tenta surfar nesta mesma onda positiva. Tem dado certo até então!

Condado de Brasov

Além de ter sido campeão e vice-campeão da Liga I do futebol romeno nos anos de 1928 e 1927, respectivamente, o Coltea Brasov também ficou com a segunda colocação da Liga IV – Condado de Brasov, na temporada de 2019/2020.

Grupo de pessoas posando para foto em frente a bola no ar

Descrição gerada automaticamente com confiança média
Clima de comemoração à flor da pele por parte dos jogadores do Coltea Brasov (Foto: Facebook oficial do Coltea Brasov)

De bastante importância local, o torneio abraça praticamente todos os principais clubes da Romênia.

Muito mais do que estar entre eles, o Coltea Brasov pôde brigar de igual para igual com os principais times do país e ainda se sagrar vitorioso com a segunda colocação, que de fato não é para qualquer time.

Os cartolas

Três dos principais nomes dos comandantes do Coltea Brasov são romenos. Atualmente, a cadeira de presidente pertence a Oana Enache, que tem como principais desafios colocar o clube no radar dos maiores investimentos do território europeu, isso mesmo considerando o status atual de divisão da agremiação.

Já a equipe técnica é formada por um gerente e um assistente. O primeiro profissional é Andrei Calinov. O segundo, Dan Ilies. Calinov é o comandante oficial da parte técnica do clube. Ilies é seu ajudante primeiro.

Ambos têm como missão mais presente e destacada o fato de precisarem elevar o patamar técnico do Coltea Brasov a outro nível e eles têm conseguido desempenhar um bom papel desde que chegaram ao clube, mas mesmo assim ainda falta muita estrada para trilhar. O jeito é apostar em tempos melhores para o Coltea Brasov.

Compartilhe esse conteudo