No ano de 1907, um grupo de sócios e amigos se reuniram na cidade de Santa Fé, na Argentina, com o objetivo de criar uma nova instituição de futebol. Ela seria desenvolvida a partir de laços de amizade e camaradagem e capaz de unir ainda mais as pessoas daquela região argentina. Foi então que surgiu o Club Atlético Unión.

O time argentino é conhecido como Unión de Santa Fé que, tradicionalmente, utiliza as cores azul e branco em seu uniforme.

Atualmente a equipe tem como casa o Estádio 15 de Abril, data de criação do clube, que é capaz de receber 28 mil pessoas. O campo onde manda seus jogos também está localizado na cidade de Santa Fé, para que seus torcedores possam acompanhar as partidas e apoiar o time.

Unión em jogo no Estádio 15 de Abril – (Foto: Reprodução / Unión).
Unión em jogo no Estádio 15 de Abril – (Foto: Reprodução / Unión).

A criação da Liga de Santa Fé

O Unión, junto a outras equipes, fundou a Liga Regional Santafesina. Após a criação, o clube conseguiu se tornar campeão do torneio por quatro temporadas seguidas.

Pouco tempo depois, a equipe estabeleceu sua hegemonia na competição regional como um dos times vencedores de Santa Fé e arredores da cidade.

O clube foi o primeiro da região a se filiar a Federação de Futebol Argentino (AFA) para começar a competir na elite do futebol nacional.

A ideia inicial era partir direto para a primeira divisão, porém, a Federação Argentina não permitiu o processo na época, o que os fez disputar inicialmente à segundona argentina.

Sua estreia no futebol profissional

A primeira partida pela segunda divisão do campeonato argentino ocorreu em 28 de abril de 1940 quando o Unión conseguiu vencer o Estudiantes de Caseros por 4 a 2.

Mas foi só no ano de 1966, após 26 temporadas na segunda divisão, que o time conseguiu a tão sonhada classificação para a elite do futebol argentino.

Mesmo com a alegria da classificação, já no ano seguinte, o time não obteve bons resultados na competição e voltou à segunda divisão de maneira precoce.

Sem se deixar abater, o Unión conseguiu em 1968 dar a volta por cima e retornar para a primeira divisão, após uma vitória decisiva e muito importante contra o Nova Chicago.

A desfiliação e o acesso pelos regionais

Em 1971 os dirigentes do time decidiram se desfiliar da AFA e tentar acessar a Primeira Divisão do campeonato argentino através das competições regionais.

Porém, perceberam que essa não havia sido uma boa ideia, já que seria mais difícil chegar à elite por esse caminho. Foi então que decidiram regressar à federação dois anos depois.

Um ano após o regresso, o Club Atlético Unión conseguiu subir para a primeira divisão do futebol argentino novamente. Desta vez, a vítima foi o Estudiantes de Buenos Aires derrotado pelo placar de 1 a 0.

O segundo lugar e a vaga na Libertadores

Após cinco anos seguidos entre os principais times nacionais, o Tatengue, como o Unión ficou conhecido, conseguiu o segundo lugar da primeira divisão. Isso lhe garantiu uma vaga na Libertadores da América em 1980.

Esse é considerado, até hoje, um dos melhores resultados obtidos pela equipe que quase se sagrou campeã da primeira divisão contra o River Plate naquele ano.

Mesmo sem o título, o acesso inédito à Libertadores, dos quais foram eliminados ainda na primeira fase da competição, orgulha a torcida pela garra do time na disputa.

Os altos e baixos da equipe Tatengue

Alguns anos após sua passagem pela competição continental, o Unión se manteve estável na primeira divisão. Mas em 1992, depois de uma temporada ruim, voltou a série B do campeonato argentino.

Passados quatro anos nessa situação, o time finalmente consegue unir forças para voltar à elite. Mesmo depois de ter sido derrotado nas finais por 1 a 0 pelo Instituto, em Córdoba.

Entre altos e baixos, na temporada de 2010-2011, após sete anos passados na série B, o time conseguiu realizar uma ótima campanha na segundona e se tornou vice-campeão com acesso direto à primeira divisão.

Depois de mais duas temporadas na divisão principal, o Unión não conseguiu se sair bem no campeonato e acabou rebaixado novamente para a Primeira B Nacional.

Desde 2014 o clube disputa a primeira divisão e tenta se manter nela para quem sabe, um dia, se consagrar campeão da Superliga Argentina.

O único título do Unión e os acessos à elite futebolística argentina

A equipe do Unión conquistou, até hoje, somente a taça da segunda divisão do campeonato argentino de 1966, que garantiu acesso à primeira divisão.

Além disso, ela subiu para a principal divisão nacional, nos anos de 1968, 1794, 1989, 1996, 2011 e 2014.

Já em 1978 o Tatengue terminou em 3° lugar e, no ano seguinte, se sagrou vice-campeão da primeira divisão, o que é suficiente para orgulhar sua torcida.

Os campeões mundiais

Um dos principais nomes na história do Unión foi o atacante Leopoldo Jacinto Luque, que passou pelo time por três vezes e se sagrou como um dos melhores da equipe.

Jacinto fez parte da seleção nacional da Argentina, onde fez 22 gols em 45 partidas que disputou. Ele foi o artilheiro da Copa de 1975, com quatro gols marcados. Além disso, em 1978 foi campeão da Copa do Mundo disputada na Argentina.

(Leopoldo Jacinto Luque em jogo pela seleção argentina - Foto: Reprodução / Twitter AFA).

Infelizmente o ex-jogador faleceu em 15 de fevereiro de 2021, na cidade de Mendoza, devido complicações causadas pela COVID-19.

Outro grande jogador que passou pelo time de Santa Fé foi o goleiro Nery Alberto Pumpido que se sagrou campeão da Copa do Mundo de 1978 pela seleção Argentina, no México.

O maior rival do Tatengue

O grande rival do Club Atlético Unión de Santa Fé é a equipe do Colón, que também nasceu na mesma região.

O clássico Santafesino é marcado por 142 jogos disputados entre os times, dos quais o tatengue leva vantagem com 47 vitórias contra 43 do Colón, além dos 47 empates.

Unión surpreendeu time brasileiro na Copa Sul Americana

Se tem uma coisa que o torcedor do Unión de Santa Fé não deve esquecer é a última participação do clube em uma competição internacional. Isso aconteceu no ano de 2020, quando o time jogou a Copa Sul-Americana.

O clube conseguiu disputar a competição após ser o terceiro melhor classificado da Superliga Argentina, na temporada 2018/2019.

Na primeira fase da competição, o Unión já deu de cara com o forte elenco do Atlético Mineiro e mesmo assim surpreendeu. Isso porque jogando em casa, goleou o adversário pelo placar de 3x0.

(Jogadores do Unión comemorando gol contra o Atlético Mineiro - Foto: Jose Almeida/AFP)
(Jogadores do Unión comemorando gol contra o Atlético Mineiro - Foto: Jose Almeida/AFP)

No jogo de volta, no Mineirão, o Atlético-MG até tentou reverter o placar, mas sem sucesso. Venceu os argentinos por 2x0, mas foi derrotado no placar agregado. 3x2 pro Unión que avançou para a fase seguinte.

Na sequência derrubou o Emelec do Equador. Mesmo perdendo o jogo de ida no estádio 15 de Abril, por 1x0. Foi até a casa do adversário e ganhou por 2x1, revertendo a situação e avançando para as oitavas de final.

Foi nessa fase que o clube enfrentou outro time brasileiro, dessa vez o Bahia que venceu o jogo de ida por 1x0, atuando na Arena Fonte Nova. Já na Argentina, o Unión até tentou, mas não saiu do empate sem gols e amargou a eliminação no torneio.

Os próximos passos da equipe argentina

Na temporada 2021/2022 o time terminou em 12º com 34 pontos marcados em 25 partidas, onde venceu 10 duelos, empatou 4 e perdeu 11 partidas.

Para o próximo ano, o time contratou o lateral direito argentino, Francisco Gerometta, que veio do time hermano, Gimnasia y Esgrima, e o goleiro, Frederico Bonansea, ex-jogador do Agropecuario.

Apesar das flutuações de desempenho do time ao longo de seus 114 anos de história, o time, junto a outros com trajetórias parecidas, se mantém firme.

Com a ajuda de sua torcida Unionista, ele buscará a conquista inédita na próxima temporada e, futuramente, chegar a ser campeão sul-americano e gravar, definitivamente, seu nome na história do futebol mundial.

Torcida do Unión lotando o estádio e apoiando sua equipe durante os jogos - Foto: Divulgação/Twitter Club Atlético Unión.
Torcida do Unión lotando o estádio e apoiando sua equipe durante os jogos - Foto: Divulgação/Twitter Club Atlético Unión.

Compartilhe esse conteudo