Gol saiu apenas no finzinho da partida, premiando o bom sistema defensivo e a vontade de lutar do Brighton até a útlima bola

O Brighton visitou o Tottenham em seu estádio neste sábado de Páscoa (16/4) e saiu de lá com 3 pontos. Agora, o time de Graham Potter soma 40 pontos e está em décimo lugar, empatado com o Leicester, que ganha nos critérios de desempate. Foi a segunda vitória seguida sobre um grande do futebol inglês: na rodada passada da Premier League, o Brighton havia batido o Arsenal também fora de casa.

Já o Tottenham ficou estacionado nos 57 pontos, 5 pontos atrás do Chelsea, terceiro colocado. Faltando apenas 5 rodadas, os Spurs veem Manchester United e Arsenal babando pela última vaga na Champions League: os dois estão apenas 3 pontos abaixo do Tottenham.

Antonio Conte pediu aos jogadores mais visão para superar o Brighton, mas não conseguiu mostrar o caminho aos seus comandados

E a vitória do Brighton foi com muita emoção: no último minuto, numa bela trama pelo lado ofensivo do ataque, numa sequência de passes de trivela, enfim Adam Lallana mandou um belo lançamento de efeito para Leandro Trossard definir a partida nos estertores.

Outro fator positivo para o pequeno Brighton conseguir este feito foi a segurança defensiva: as duas linhas de quatro bloquearam as ações ofensivas dos Spurs, que não conseguiram encontrar espaços para furar o gol adversário.

O excêntrico e carismático Graham Potter comemora a vitória após o apito final

Após a partida, o técnico italiano do Tottenham disse ver coisas boas na derrota: "Penso que temos de fazer muito melhor do que fizemos hoje. Temos de saber que estamos na busca por uma vaga na Champions League. É uma boa chance para lidarmos com a pressão, porque precisamos desse tipo de prova para melhorarmos".

Conte ainda disse que há mais lições a serem aprendidas, pedindo sabedoria ao elenco: "Existem jogos em que se você não pode vencer, também não pode perder. É muito claro que hoje não era o nosso dia, mas eu compreendo que queriamos tentar os 3 pontos porque era muito importante na nossa briga por uma vaga na Champions League.

De seu lado, o técnico Graham Potter disse que a vitória tem "um gosto melhor do que a vitória contra o Arsenal", na última rodada. "Penso que a performance foi acima, os jogadores estavam num nível incrível de trabalho e disciplina. Tivemos uma boa organização e uma atitude para defender e sermos corajosos com a bola nos pés".

O comandante do Brighton também declarou: "3 jogos atrás era o fim do mundo, parecia o Armageddon. Mas a realidade do Brighton na Premier League é que vamos passar por muito sofrimento".

Compartilhe esse conteudo