Mais motivado, o jacaré prevaleceu sobre o alviverde, e conseguiu carimbar o seu passaporte para a grande final do Candangão de 2022 após uma dura partida que terminou em um 1 x 0.

O Brasiliense está na final do Campeonato Candango pela sexta temporada consecutiva, mostrando assim o quão sólida é a hegemonia do esquadrão amarelo na competição.

A confirmação veio após uma sofrida vitória por 1 x 0 sobre o Gama, nesta quinta-feira (24/3), no Abadião.

O Brasiliense sabe que enfrentará o tradicional Ceilândia na grande decisão, no embate que se repetiu no ano passado, quando os dois valentes clubes disputaram o mesmo título, e na ocasião em questão, o Jacaré acabou levando a melhor.

Foto tirada durante um clássico entre o Gama e o Brasiliense. Foto: Metrópoles.


Veja agora como o jogo entre o Jacaré e o Alviverde ocorreu na quinta-feira.

Com a bola em campo os primeiros 45 minutos do clássico foram mornos, o que é algo incomum de se ver quando os dois clubes se enfrentam.


O Brasiliense conseguiu criar boas oportunidades para abrir o placar, mas o time não conseguiu aproveitar as oportunidades criadas. Precisando do resultado, o Gama também tentou ser mais incisivo contra o seu rival, mas sem êxito.

Mas com a chegada do segundo tempo o clima do jogo mudou drasticamente, e o Jacaré voltou de forma frenética para a segunda etapa, e aos nove minutos da segunda etapa, Luquinhas aproveitou uma sobra na pequena área e marcou o gol que garantiu a vitória amarela no clássico, além de claro, ter garantido o passe do Jacaré para a grandiosa final da competição.


Veja agora como o jogo se desenrolou. Com vários toques de bola durante o jogo que começou ameno, o Brasiliense só foi conseguir ameaçar o gol de Palagi por volta dos 15 minutos.

Goduxo recebeu pela esquerda e cruzou para Marcão que acabou acertando o travessão, assustando o goleiro do Gama que não estava tão atento. Após cobrança de escanteio, Ferrugem subiu no terceiro andar mas acabou finalizando mal e cabeceou a bola para a linha de fundo.

E é claro que o fato do Gama não ter parado o Jacaré só piorou mais ainda a situação do Alviverde, pois conforme o Brasiliense foi gostando do jogo, o Jacaré só ia pressionando mais ainda o Gama a cada lance.

Com 22 minutos de jogo, Ferrugem avançou pela meia-direita e fez um levantamento para Luquinhas, que desviou de canhota pela linha de fundo.

A reação do Gama veio no lance seguinte, quando Milla arriscou de fora,  mas o chute acabou sendo defendido por Sucuri.

Imagem de Luquinhas jogando pelo Brasiliense, sendo esse, um dos melhores jogadores do Jacaré atualmente. Foto: Distrito do Esporte.


E logo após o Periquito voltou a levar perigo após finalização de Robert em cima do goleiro amarelo, mostrando assim que o Gama também estava disposto a persistir até o último minuto de jogo.

Faltando cerca de  três minutos para o fim do primeiro tempo, Tobinha se arriscou pelo lado direito, escapou da falta e conseguiu chutar para o gol, mas novamente não houve êxito na finalização.

No início do segundo tempo, O Jacaré voltou com muito mais garra do que o Gama, e é claro que a recompensa não tardaria para vir, pois antes mesmo dos 10 minutos. Zotti levantou a bola, Marcão cabeceou na trave e a bola sobrou para Luquinha que estava atento balançar as redes do Abadião.

E logo após, o Brasiliense chegou a marcar outro gol, mas o assistente viu irregularidade no lance.

Aos 29, Peninha recebeu pela esquerda e arriscou, e na sequência o zagueiro Léo afastou mal e quase marcou um gol contra.

O alviverde tentou empatar com Borges, que desperdiçou a boa oportunidade. E por fim, o Brasiliense ainda teve duas boas chances com Peninha, mas o goleiro Palagi estava atento e evitou com que a partida terminasse com o placar mais extenso.

Com a vitória, o Brasiliense chegou aos 10 pontos e garantiu a vaga na decisão do Candangão de 2022 de forma louvável.







Compartilhe esse conteudo