Na atual temporada, o Urawa Red Diamonds foi o grande vencedor do torneio

Disputada desde 1994 no formato atual, a Supercopa do Japão reúne os campeões da Liga de Futebol do Japão e da Copa do Imperador, para definir o vencedor da Supercopa, em formato de jogo único.

Ao longo dos anos, o Kashima Antlers se tornou o maior vencedor do torneio nacional, com seis conquistas nos anos de 1997, 1998, 1999, 2009, 2010 e 2017. O time que já teve Zico como um dos maiores atletas do clube em sua história, é um dos maiores times da Ásia.

Na sequência, o Urawa Red Diamonds com cinco títulos, e Tokyo Verdy e Sanfrecce Hiroshima com quatro conquistas cada, são os maiores vencedores da competição nacional. Entre os times que mais vezes levaram o troféu para casa, a presença de brasileiros nas conquistas do torneio, marcam essas equipes.

Zico é um dos maiores jogadores a disputar a competição nacional

Mesmo não obtendo sucesso na conquista da Supercopa do Japão, Zico é um dos grandes ídolos da história do Kashima Antlers. O meia que teve sucesso em Flamengo, Udinese e Seleção Brasileira, foi anunciado como reforço do clube japonês em 1991.

De 1991 a 1994, Zico fez parte do time japonês, e desfilou toda a sua classe nos gramados nacionais. Decisivo nas conquistas dos campeonatos disputados pela equipe naquele período, o ídolo do Kashima Antlers deixou seu nome na história com gols, assistências e títulos ao time.

Jogador de futebol

Descrição gerada automaticamente
Zico é o maior camisa 10 da história do Kashima Antlers e marcou seu nome na história. Foto: Torcedores

Atualmente, o ex-jogador é diretor técnico do time do Kashima Antlers, e exerce a função desde 2018. Além disso, Zico já foi técnico do Kashima, em 1999, e conquistou como treinador, a Supercopa do Japão.

Entre Urawa e Tokyo Verdy, um brasileiro teve destaque nos dois clubes

Washington era um centroavante alto e matador. Dono do recorde de gols em uma edição de pontos corridos do Campeonato Brasileiro, com 34 gols no ano de 2004. Números impressionantes, que fizeram com que o Tokyo Verdy fosse atrás do atleta.

A venda fechada no final de 2004, marcava uma nova trajetória de Washington, que teria de conquistar a torcida local a partir do ano seguinte. Na apresentação no clube, no dia 26 de janeiro de 2005, já mostrava o atacante confiante que iria deslanchar no Japão.

No primeiro ano de disputa das competições nacionais, o jogador teve um papel importante para que o Tokyo Verdy brigasse até a última rodada contra o rebaixamento. Washington fez 22 gols em 40 jogos pela equipe, e foi responsável por mais das metades dos gols marcados pelo time ao longo do ano.

Jogador de futebol de uniforme

Descrição gerada automaticamente
Washington pelo Urawa Red do Japão. Foto: Football Zone

As boas atuações pelo Tokyo, renderam a ele a transferência para o Urawa Red Diamonds, que havia terminado o Campeonato Japonês de 2005 na segunda colocação na tabela de classificação geral.

Pelo Urawa, Washington foi campeão da Supercopa do Japão, no ano de 2006, no jogo contra o Gamba Osaka, vencido pela equipe do Urawa Red por 3 a 1. Naquela temporada, o jogador foi um dos destaques do time, e fez 16 gols nos campeonatos disputados pelo seu clube. Ao todo, em três temporadas no Japão, Washington teve 64 gols marcados em 85 partidas disputadas.

No Sanfrecce Hiroshima, um volante fez história na equipe

César Sampaio talvez seja o jogador brasileiro de maior nome que já passou na história do time do Sanfrecce. Dono de uma trajetória linda no futebol, com passagens por Palmeiras e La Coruña, o ex-jogador disputou a Copa do Mundo de 1998 com a Seleção Brasileira.

Naquele ano, por curiosidade, o penta quase foi conquistado. O Brasil parou na final, contra os donos da casa, que vinham embalados em uma campanha fortíssima, e com Zidane disposto a levar aquele título de qualquer maneira.

Jogador de futebol no campo

Descrição gerada automaticamente
César Sampaio já foi convocado para a Seleção Brasileira e disputou Copa do Mundo. Foto: YouTube

Pela equipe japonesa, Sampaio foi um dos grandes volantes do time no início dos anos 2000, e jogou no Sanfrecce nos anos de 2003 e 2004, até retornar ao São Paulo, e encerrar sua carreira em 2004.

Últimos confrontos da Supercopa e a lista completa dos ganhadores

Nas cinco últimas edições da disputa local, o Cerezo Ozaka vence em 2018, o Vissel Kobe em 2020, o Urawa Red Diamonds em 2022, e o Kawasaki Frontale conquista o título em 2019 e 2021.

Além de Kashima Antlers, Urawa, Tokyo Verdy e Sanfrecce, os outros vencedores do torneio nacional são: Júbilo Iwata (3); Gamba Osaka, Shonan Bellmare, Cerezo Osaka, Kawasaki Frontale, Shimizu S-Pulse e Nagoya Grampus (2); Kashiwa Reysol, JEF United Chiba e Vissel Kobe (1), fecham a lista dos campeões.

No jogo recente realizado pelo torneio japonês, o Kawasaki Frontale tinha em Leandro Damião, centroavante brasileiro, a grande esperança de gols da equipe. O Urawa tinha em Esaka, a confiança que sairia campeão.

Aos oito minutos, o primeiro gol do jogo. Esaka fez para o Urawa Red Diamonds. 1 a 0. Depois disso, o Kawasaki passa a pressionar o adversário na busca pelo empate e na sequência virar o jogo.

A pressão do Kawasaki não surte efeito, e o Urawa marca o segundo gol. De novo ele, Esaka, mas agora na reta final do jogo. 2 a 0 para o time japonês, resultado que se manteve até o apito final, muito comemorado pelos jogadores do Urawa.

Com o título, a equipe encerrou um jejum de 16 anos sem levantar a taça da competição nacional. Agora, o Urawa volta a sua atenção para as duas competições nacionais, e conquistar novamente os títulos japoneses.

Quer ficar ligado em tudo o que acontece no futebol do Japão? Aqui no Bets, você não perde nenhum lance e vive antenado, sobre tudo o que rola no mundo da bola!

Compartilhe esse conteudo