O Villarreal superou o Valencia nesta terça-feira (19/4) por 2 a 0, em casa, antes de ir para a sonhada semifinal da Champions League contra o temido Liverpool de Jurgen Klopp, que venceu o Manchester City neste fim de semana.

Com a vitória, o Villarreal chegou aos 52 pontos, apenas 3 atrás da Real Sociedade, que fecha os classificados para a Liga Europa da UEFA. No entanto, a Real Sociedad tem um jogo a menos. Vai enfrentar o Barcelona nesta quinta-feira, no estádio Anoeta, às 16h30.

Torcida do Villarreal já está pensando na semifinal da Champions League: faltam 2 jogos para chegar à finalíssima europeia, um feito inédito na história do clube, que já bateu na trave. (Créditos da imagem: https://twitter.com/B24PT/status/1516095101075927040

Já o Valencia segue na zona da pasmaceira, com 42 pontos, em décimo lugar: sem chances de ser rebaixado, nem capaz de alcançar uma competição europeia, apenas cumpre tabela no resto do campeonato Espanhol.

Danjuma foi o jogador da partida, com 2 gols. (Créditos da imagem: https://twitter.com/theovertime_es/status/1516575314931068944

O treinador Unai Emery declarou: "Para nós a Champions League é um caminho muito bonito, mas sabemos que em algum momento podemos ficar de fora, ainda que até aqui estejamos vivos. Nesse momento é a hora de La Liga, ainda que a ilusão da Europa exista. Vamos nos preparar essa semana para termos as nossas chances contra o Liverpool".

Como foi o jogo

A partida no estádio La Cerámica foi decidida ainda na primeira etapa. O Submarino Amarelo começou com tudo e resolveu o assunto com dois gols de Arnaut Danjuma. Ele chegou aos 10 gols em La Liga, sendo o artilheiro do time de Unai Emery na competição, superando Gerard Moreno, que tem um gol a menos.

No entanto, ele fez apenas 22 jogos, cerca de metade do campeonato espanhol, pois passou um bom tempo convivendo com lesões, o que torna o seu feito ainda mais admirável.

Contra o Valencia, Danjuma deu 5 chutes, criando 4 chances de gol, além de dar 21 passes. Foi o jogador decisivo, resolvendo a parada para o Villarreal.

Por seu turno, o José Bordalás mostrou toda a sua mediocridade, dizendo-se satisfeito com o desempenho de seus jogadores, embora não com o resultado. Vale dizer que o Valencia terminou o jogo com pouco mais de 40% de posse de bola, sem nem dar pinta de que poderia diminuir ou até mesmo empatar a partida.

Escalações

Villarreal: Geronimo Rulli, Raul Albiol, Juan Foyth, Pervis Estupinan, Aissa Mandi, Daniel Parejo, Etienne Capoue, Manu Trigueros, Yeremi Pino, Arnaut Danjuma, Giovani Lo Celso.

Valencia: Jasper Cillessen, Eray Comert, Cristhian Mosquera, Ruben Iranzo, Thierry Correia, Yunus Musah, Uros Racic, Carlos Soler, Jesus Vazquez, Helder Costa, Marcos Andre.




Compartilhe esse conteudo