Atlético bateu o Cruzeiro por 3 a 1 no Mineirão, com 2 gols de Hulk, e confirmou o segundo título na temporada

Sem surpresas na tarde de futebol deste sábado no Mineirão: como esperado, o Atlético venceu o Cruzeiro sem dificuldades, conquistando o tricampeonato do torneio, o primeiro desde a década de 1980. Hulk e Nacho marcaram para o Galo, enquanto Edu descontou no finalzinho.

Como já virou tradição, Hulk se sagrou artilheiro, com 10 gols em 8 jogos, mantendo uma média incrível de um gol por partida nos últimos 26. Ao todo, são 47 com a camisa do Galo, sendo 17 de pênalti.

Festejos duplos: Antonio El Turco Mohamed comemorou o título estadual e o aniversário no mesmo dia

Já o Atlético Mineiro levantou o seu quadragésimo sétimo título estadual, deixando o Cruzeiro estacionado nos 38 troféus. Desde o ano passado, o único título que o Galo não venceu foi a Copa Libertadores da América - o Atlético parou nas semifinais, eliminado pelo Palmeiras, que terminou campeão. Assim, a cada 4 meses, o time de Hulk comemora uma conquista.

Guilherme Arana comemora o título com a esposa e o filho

Como foi a partida

Mais de 53 mil torcedores estiveram presentes no Mineirão, que estava lindo com a torcida dividida meio a meio - a última vez foi em 2017. A renda também foi espetacular: quase R$5 milhões. A primeira etapa começou fervendo. Embora fosse inferior na técnica, o Cruzeiro não dava espaço para o Galo, brigando por todas as bolas.

Os dois artilheiros, Hulk e Edu, exigiam defesas dos goleiros adversários. Hulk continuava tentando abrir o placar e conseguiu na terceira tentativa: num belo giro em cima do defensor, chutou para balançar a rede de Rafael Cabral.

Melhor jogador no Brasil na temporada passada, Hulk começou com tudo em 2022


Mas a Raposa não se entregou, fazendo Everson suar a camisa, em chutes de Edu e Pedro Castro.

O segundo tempo começou do mesmo jeito: o time celeste pressionava, fazendo Everson trabalhar. Quem desequilibrou o jogo foi o craque argentino Nacho Fernández: num golaço, ele deixou o zagueiro deitado no chão para chutar de direita, sem chances para Rafael Cabral.

O Galo aproveitou a pane no Cruzeiro e fez o terceiro: Hulk sofreu pênalti, cobrou e converteu, marcando o décimo no torneio. Após o gol, a Raposa voltou a crescer na partida, com muitos jovens em campo e muita garra, ainda conseguiu diminuir: Edu, de cabeça, fuzilou Everson após cobrança de escanteio. O artilheiro do Cruzeiro chorou muito a perda do título depois do apito final.

Próximos jogos

No insano calendário do futebol brasileiro, a bola não para. O Cruzeiro estreia na Série B nesta sexta, 21h30, contra o Bahia, fora de casa. Já o Atlético viaja para a Colômbia: pega o Tolima, nesta quarta, às 21h.

Seleção do campeonato mineiro

Antonio Mohamed foi eleito o técnico do estadual. No gol, Renan Rinaldi, da Caldense. Na lateral direita, Rômulo, com Réver e Sidimar (Athletic Club) na zaga. Na esquerda, Guilherme Arana. O meio é formado por João Paulo e Willian Oliveira, com Allan. Na frente, Edu, Vitor Roque e Hulk.



Compartilhe esse conteudo